Skip to main content

A suplementação com Q10 melhora função renal na síndrome nefrótica

A suplementação com Q10 melhora função renal na síndrome nefróticaA deficiência primária de Q10 é uma disfunção rara em que a incapacidade do organismo de sintetizar Q10 pode levar a um tipo raro de doença nefrótica, que não é passível de tratamento com medicamentos. Contudo, segundo um novo estudo, publicado em Kidney International, tudo indica que a suplementação com Q10 pode reduzir a excreção de proteínas pelo rim, proteger a função renal e diminuir a mortalidade. Com base nestes achados, os cientistas concluíram que todos os doentes com deficiência primária de Q10 devem, de preferência, fazer terapêutica de Q10 precoce e para a vida, de modo a impedir a progressão da doença e a evitar futura lesão orgânica.

Saiba mais sobre por que razão a suplementação com Q10 melhora a função renal na síndrome nefróticaA suplementação com Q10 melhora função renal na síndrome nefrótica

Q10 e selénio podem contribuir para aumentar a esperança de vida

Q10 e selénio podem contribuir para aumentar a esperança de vidaUm estudo anterior demonstrou que a suplementação diária com coenzima Q10 e selénio, em idosos, aumenta a resistência do músculo cardíaco e reduz a mortalidade cardiovascular em mais de 50 por cento. Agora, uma equipa de cientistas suecos e noruegueses verificou que estes dois nutrientes também conseguem abrandar o encurtamento, relacionado com a idade, dos telómeros celulares, que se encontram na estremidade de todas as cadeias de ADN. Os telómeros são comparáveis às pequenas agulhetas que impedem os atacadores de se desfiarem e enlearem. Tal como as agulhetas, os telómeros protegem as cadeias de ADN, mas estão sujeitos a atrito e acabam por se desgastar. Quanto maior for o desgaste dos telómeros, mais vulnerável fica o ADN celular, até chegar ao ponto de a célula acabar por morrer. Tudo indica que Q10 e selénio preservam o comprimento dos telómeros, permitindo assim manter a boa saúde por mais tempo.

Saiba mais sobre como Q10 e selénio podem contribuir para aumentar a esperança de vidaQ10 e selénio podem contribuir para aumentar a esperança de vida

A grávida precisa de selénio para o desenvolvimento do cérebro do bebé

A grávida precisa de selénio para o desenvolvimento do cérebro do bebéDurante a gravidez, o feto precisa de diversos nutrientes para o desenvolvimento adequado do cérebro e sistema nervoso. Ainda que a mãe faça uma alimentação equilibrada, pode ser difícil obter selénio em quantidade suficiente, por várias razões. Num estudo italiano em animais, publicado na Nutrients, os cientistas analisaram aprofundadamente o papel do selénio durante a gestação e o aleitamento. Observaram que mesmo uma insuficiência de selénio mínima pode ter impacto negativo no comportamento e desenvolvimento do cérebro da descendência. Este estudo corrobora estudos anteriores em humanos, que mostram como é primordial a mãe obter selénio suficiente durante a gravidez e o aleitamento materno.

Saiba mais sobre porque é que as mulheres grávidas precisam de selénio para o desenvolvimento do cérebro do feto A grávida precisa de selénio para o desenvolvimento do cérebro do bebé

O selénio reforça a formação de novas células cerebrais

O selénio reforça a formação de novas células cerebraisÉ do conhecimento geral que a actividade física reforça a capacidade do cérebro de formar novas células cerebrais – ou neurónios. Ainda assim, os mecanismos subjacentes têm sido um mistério para a ciência. Contudo, uma equipa de cientistas australianos descobriu recentemente que, durante o exercício físico, os ratos produziam uma proteína que contém selénio e que ajuda o cérebro a sintetizar novas células cerebrais. Os cientistas consideram este estudo extraordinário, e admite-se que a terapêutica com selénio possa ser usada, no futuro, para prevenir e tratar o declínio cognitivo em pessoas que não podem fazer exercício físico ou nas que são susceptíveis de ter défice de selénio. Isto é particularmente relevante nos doentes de Alzheimer e em pessoas que sofreram AVC. Acresce que, na Europa, pode ser bastante difícil obter selénio em quantidade suficiente na alimentação, ainda que equilibrada.

Saiba mais sobre como o selénio reforça a formação de novas células cerebraisO selénio reforça a formação de novas células cerebrais

O selénio e o cálcio protegem contra o cancro colo-rectal

 O selénio e o cálcio protegem contra o cancro colo-rectal O cancro colo-rectal é um dos tipos de cancro mais comuns. Sabe-se que a alimentação é de extrema importância, mas conhecem-se pouco os minerais e respectivas interacções e efeito preventivo. Estudos anteriores mostraram que o cálcio e o selénio têm funções protectoras. Também parece que ter mais selénio no sangue pode melhorar o efeito do cálcio. Isto mesmo foi demonstrado num estudo polaco recente, publicado na BMC Nutrition. Os cientistas chamam a atenção para o faco de haver insuficiência de selénio generalizada na Europa e de, eventualmente, ser necessária suplementação.

Saiba mais sobre o selénio e o cálcio e de que forma protegem contra o cancro colo-rectal O selénio e o cálcio protegem contra o cancro colo-rectal

Potencialidades do Q10 para contrariar o envelhecimento, a doença crónica, e os efeitos secundários dos medicamentos

Potencialidades do Q10 para contrariar o envelhecimento, a doença crónica, e os efeitos secundários dos medicamentosQ10 é uma coenzima extraordinária com uma função essencial na renovação energética e como antioxidante potente. O organismo produz a maior parte do Q10 para as suas próprias necessidades, mas a síntese endógena do composto diminui com a idade. Além disso, as estatinas e os bifosfonatos usados para tratar a osteoporose afectam a síntese de Q10 do organismo. Durante as últimas duas décadas, inúmeros estudos mostraram que a suplementação com Q10 pode retardar o processo de envelhecimento. O Q10 é igualmente útil na insuficiência cardíaca e em várias outras perturbações crónicas que, normalmente, surgem com a idade. Isto mesmo está descrito num artigo de revisão publicado em Mechanisms of Ageing and Development. No caso dos suplementos de Q10, é importante optar por suplementos de qualidade farmacêutica, com qualidade e biodisponibilidade comprovadas.

Saiba mais sobre as potencialidades do Q10 para contrariar o envelhecimento, a doença crónica, e os efeitos secundários dos medicamentosPotencialidades do Q10 para contrariar o envelhecimento, a doença crónica, e os efeitos...

O selénio consegue mesmo retardar o envelhecimento e aumentar a esperança de vida?

O selénio consegue mesmo retardar o envelhecimento e aumentar a esperança de vida?O selénio favorece vários processos metabólicos e constitui um antioxidante que protege as células. Segundo estudos recentes, o selénio tem igualmente propriedades antienvelhecimento que conferem protecção contra doença cardiovascular, cancro, demência e outras doenças relacionadas com a idade. Segundo um artigo de revisão, publicado no Medical News Today, o selénio também ajuda a combater a imunodepressão e neutraliza a inflamação crónica que, normalmente, se observa nos processos de envelhecimento. Um estudo sueco com idosos saudáveis mostrou inclusivamente que a suplementação com selénio e Q10 tem efeito positivo na função cardíaca, na qualidade de vida e na esperança de vida.

Saiba mais sobre como o selénio retarda o envelhecimento e aumenta a esperança de vidaO selénio consegue mesmo retardar o envelhecimento e aumentar a esperança de vida?

Os doentes com hemocromatose hereditária têm falta de Q10

- e os suplementos podem ter utilidade terapêutica

Os doentes com hemocromatose hereditária têm falta de Q10A hemocromatose hereditária é um grupo de doenças que se caracterizam por acumulação de ferro no organismo. Isto leva ao stress oxidativo e destruição tecidual, o que pode afectar o fígado e outros órgãos. De acordo com um novo estudo argentino, os doentes com hemocromatose hereditária têm falta de Q10. Como o Q10 é primordial para a renovação energética celular, além de constituir um antioxidante potente contra o stress oxidativo, a insuficiência de Q10 contribui para a doença. É por isso que o Q10, como esclarecem os investigadores responsáveis pelo novo estudo, pode representar um agente novo e seguro no tratamento da doença.

Saiba mais sobre porque é que os doentes com hemocromatose hereditária têm falta de Q10 e porque é que os suplementos podem ter utilidade terapêuticaOs doentes com hemocromatose hereditária têm falta de Q10

Cancro da mama: Mais selénio no sangue melhora a sobrevida

Cancro da mama: Mais selénio no sangue melhora a sobrevidaO cancro da mama é a principal forma de cancro entre as mulheres. Ainda que tenha havido grande progresso nos tratamento, a doença continua a ter taxa de mortalidade elevada. Um estudo germano-sueco mostra que baixos níveis séricos de selénio agravam o prognóstico, ao passo que a concentração elevada de selénio no sangue aumenta a probabilidade de sobreviver ao cancro da mama. Infelizmente, a insuficiência de selénio é muito comum na Europa. Segundo os cientistas responsáveis pelo novo estudo, o doseamento do selénio pode ser usado para optimizar os níveis séricos do nutriente, e assim melhorar o tratamento em conformidade.

Saiba mais sobre o cancro da mama: Níveis séricos de selénio elevados melhoram a sobrevidaCancro da mama: Mais selénio no sangue melhora a sobrevida

Durante a gravidez, o feto em desenvolvimento está completamente dependente dos níveis de selénio no sangue da mãe

Durante a gravidez, o feto em desenvolvimento está completamente dependente dos níveis de selénio no sangue da mãeA necessidade do oligoelemento selénio aumenta na gravidez e no aleitamento materno, porque apoia várias proteínas que são especialmente importantes para o crescimento tecidual. Além disso, o selénio favorece diversos antioxidantes que protegem os tecidos e órgãos do feto. Um novo artigo de revisão, publicado na Nutrients, mostra que a falta de selénio durante a gravidez pode levar a stress oxidativo, restrição do crescimento e baixo peso à nascença. Isto pode acabar por ter consequências para o desenvolvimento, capacidades cognitivas e saúde geral do bebé. Os autores também referem que o consumo excessivo de álcool da grávida pode ter um impacto ainda mais negativo na sua saúde, se tiver défice de selénio. O facto de a insuficiência de selénio ser tão generalizada na Europa e noutras regiões do mundo é problemático.

Saiba mais sobre porque é que aos níveis de selénio no sangue da mãe é tão importante para o desenvolvimento do feto durante a gravidezDurante a gravidez, o feto em desenvolvimento está completamente dependente dos níveis de selénio...

O papel ignorado do selénio na fertilidade feminina e masculina

O papel ignorado do selénio na fertilidade feminina e masculinaNão tem sido dada atenção ao papel do selénio na qualidade do esperma e na gravidez saudável. Uma equipa de cientistas da Roménia fez uma análise aprofundada dos níveis sanguíneos de diversos antioxidantes que contêm selénio e constatou que há uma clara correlação entre níveis baixos e má qualidade do esperma. Os cientistas também esclarecem que a falta de selénio aumenta o risco de complicações relacionadas com a gravidez, aborto espontâneo e parto pré-termo. Como a insuficiência de selénio e a infertilidade são problemas comuns, valerá a pena ponderar a toma de suplementação com selénio. Durante décadas, os agricultores dinamarqueses adicionaram selénio à forragem dos animais no sentido de melhorar a fertilidade e a saúde em geral dos animais.

Saiba mais s obre o papel ignorado do selénio na fertilidade em ambos os sexosO papel ignorado do selénio na fertilidade feminina e masculina

Os suplementos de Q10 têm impacto positivo no sistema cardiovascular dos diabéticos

Os suplementos de Q10 têm impacto positivo no sistema cardiovascular dos diabéticosA diabetes provoca lesão do sistema circulatório de várias formas, que se prendem com perda de qualidade de vida e morte prematura. Uma metanálise mostra que a toma de suplementos de Q10 pelos diabéticos tipo 2 faz diminuir o risco de doença cardiovascular ao reduzir os níveis de colesterol total e colesterol LDL. Outro aspecto positivo do Q10 é o facto de constituir um antioxidante extraordinário que neutraliza o stress oxidativo, que é uma das causas principais de aterosclerose e lesão cardiovascular. Um dos problemas da utilização de estatinas é o facto de inibirem a síntese endógena de Q10, mas isto pode ser compensado. Segundo investigação dinamarquesa, também será boa ideia restringir a ingestão de hidratos de carbono e seguir as novas orientações alimentares que ajudam a estabilizar os níveis de açúcar no sangue.

Saiba mais sobre por que razão o Q10 tem impacto positivo no sistema cardiovascular dos diabéticosOs suplementos de Q10 têm impacto positivo no sistema cardiovascular dos diabéticos

A falta de selénio e zinco aumenta o risco de infecção por SARS-CoV-2, complicações e morte

A falta de selénio e zinco aumenta o risco de infecção por SARS-CoV-2, complicações e morteNo que toca a infecção por SARS-CoV-2 e outras infecções virais sazonais, a atenção concentra-se, sobretudo, na insuficiência de vitamina D. Contudo, segundo um estudo belga, a falta de selénio e zinco aumenta ainda mais o risco de infecções, complicações e morte, especialmente entre os doentes que já sofrem de doença crónica. Os cientistas concluem que a suplementação com selénio e zinco pode contribuir para optimizar as terapêuticas. A insuficiência de selénio e de zinco é muito comum, e isso é um problema de saúde pública. Mesmo fazendo uma alimentação saudável, é praticamente impossível a população europeia obter selénio em quantidade suficiente, devido aos terrenos de cultivo pobres em selénio. Além disso, são muitas as pessoas com insuficiência de zinco causada por factores como alimentação pouco saudável, envelhecimento, doenças crónicas, entre outros. Há que dar mais atenção ao aporte adequado de selénio e zinco, quanto mais não seja por uma questão de prevenção de infecções virais e outros problemas.

Saiba mais sobre porque é que a falta de selénio e zinco aumenta o risco de infecção por SARS-CoV-2, complicações e morteA falta de selénio e zinco aumenta o risco de infecção por SARS-CoV-2, complicações e morte

O papel do Q10 na saúde e na doença

O papel do Q10 na saúde e na doençaO Q10 é um composto único que tem um papel crucial na renovação energética das células, além de constituir um antioxidante potente. O organismo consegue sintetizar a maior parte do Q10 de que necessita, mas à medida que envelhecemos, a síntese endógena diminui, o que nos deixa vulneráveis de diversas formas. Os antidislipidémicos e determinados tipos de doenças estão igualmente associados a baixos níveis de Q10 no organismo. Num artigo de revisão recente, um grupo de cientistas examinou minuciosamente centenas de estudos do Q10, publicados entre 2010 e 2020. E concluíram que o Q10 é especialmente importante para o coração, sistema circulatório, fertilidade, músculos, olhos e visão, e processo de envelhecimento. São igualmente abordados problemas como enxaquecas, síndrome de fadiga crónica e doenças neurodegenerativas, como a doença de Parkinson e doença de Alzheimer. O organismo tem dificuldade em absorver Q10 dos alimentos e suplementos, pelo que é aconselhável optar sempre por uma formulação de Q10 de qualidade farmacêutica, com biodisponibilidade comprovada.

Saiba mais sobre o papel do Q10 na saúde e na doençaO papel do Q10 na saúde e na doença

A insuficiência de selénio em conjunto com a alimentação, doença grave e gravidez aumenta o risco de doenças auto-imunes, recuperação lenta, complicações potencialmente fatais e aborto espontâneo

A insuficiência de selénio em conjunto com a alimentação, doença grave e gravidez aumenta o risco de doenças auto-imunes, recuperação lenta, complicações potencialmente fatais e aborto espontâneoO selénio é um oligoelemento com muitas funções essenciais. Aproximadamente mil milhões de pessoas em todo o mundo obtêm muito pouco selénio na alimentação. O problema é sobretudo consequência de terrenos de cultivo pobres no nutriente. Além disso, as concentrações de selénio no sangue baixam drasticamente em ligação com infecção por SARS-CoV-2, doença grave e gravidez, porque o organismo tem mais necessidade do nutriente. No geral, a insuficiência de selénio aumenta o risco de infecção grave por SARS-CoV-2, doenças auto-imunes, como artrite reumatóide, tiroidite de Hashimoto, parto pré-termo e aborto espontâneo. A suplementação pode ajudar a optimizar as concentrações de selénio no sangue, o que pode ser relevante na prevenção e tratamento de várias doenças comuns, segundo um artigo publicado no International Journal of Medical Sciences.

Saiba mais sobre porque é que a falta de selénio em conjunto com a alimentação, COVID-19, doenças graves e gravidez aumenta o risco de doenças auto-imunes, recuperação lenta, complicações potencialmente fatais e aborto espontâneoA insuficiência de selénio em conjunto com a alimentação, doença grave e gravidez aumenta o risco...

Os suplementos de selénio podem proteger contra o excesso de peso e aumentar a esperança de vida

Os suplementos de selénio podem proteger contra o excesso de peso e aumentar a esperança de vidaO selénio intervém em diversos processos metabólicos e funciona como antioxidante, conferindo protecção ao coração e ao sistema cardiovascular; no entanto, é difícil obter este nutriente na alimentação em quantidade suficiente. Segundo um novo estudo americano em ratos de laboratório, a suplementação com selénio pode acelerar os processos metabólicos e proteger contra o excesso de peso. Um estudo sueco em idosos, publicado há algum tempo, mostrava que os suplementos de selénio e Q10 têm um efeito positivo na qualidade de vida e na esperança de vida.

Saiba mais sobre como o selénio protege contra o excesso de peso ao mesmo tempo que aumenta a esperança de vidaOs suplementos de selénio podem proteger contra o excesso de peso e aumentar a esperança de vida

Q10 na prevenção e tratamento da doença cardiovascular

Q10 na prevenção e tratamento da doença cardiovascularAs doenças cardiovasculares são comuns e são uma das causas principais de morte. E o risco aumenta com factores como idade, diabetes e excesso de peso. Uma das causas subjacentes é o stress oxidativo, que consiste no desequilíbrio entre radicais livres e antioxidantes. O Q10, que intervém na renovação energética celular, é um dos antioxidantes mais potentes. Segundo um artigo de revisão, publicado na revista científica Antioxidants, a suplementação com Q10 pode reduzir o stress oxidativo e a mortalidade cardiovascular. Pode, igualmente, melhorar a qualidade de vida e aumentar a probabilidade de sobrevivência. De uma maneira geral, o Q10 tem muitas potencialidades para quem deseje manter-se saudável, e é importante optar por um suplemento com qualidade e biodisponibilidade comprovadas.

Saiba mais sobre o Q10 no tratamento e prevenção de doenças cardiovascularesQ10 na prevenção e tratamento da doença cardiovascular

Cancro da mama: Os níveis de selénio no sangue permitem prever uma sobrevida a 10 anos

Cancro da mama: Os níveis de selénio no sangue permitem prever uma sobrevida a 10 anosElevados níveis sanguíneos de selénio, um oligoelemento essencial, aumentam a probabilidade de sobrevida a 10 anos do doente com cancro da mama, segundo um estudo populacional polaco, publicado na revista científica Nutrients. Além disso, uma investigação anterior mostrou que a suplementação com levedura de selénio pode diminuir o risco de desenvolver diversas formas de cancro. O solo agrícola na Europa é muito pobre em selénio, e esta é uma das razões por que a insuficiência de selénio é tão comum. A questão é saber de que quantidade de selénio precisamos para optimizar os níveis no sangue.

Saiba mais sobre o cancro da mama: Os níveis de selénio no sangue permitem prever uma sobrevida a 10 anosCancro da mama: Os níveis de selénio no sangue permitem prever uma sobrevida a 10 anos

O papel essencial do selénio contra o vírus da COVID-19 e outros vírus ARN

O papel essencial do selénio contra o vírus da COVID-19 e outros vírus ARNO estado nutricional é fundamental para a saúde e para a capacidade de controlar as infecções. São várias as funções do selénio no sistema imunitário, incluindo a função como antioxidante e de neutralizar a inflamação. O selénio também é capaz de impedir que os vírus sofram mutação e se tornem mais agressivos ou originem novas vagas da doença. Uma equipa de cientistas chineses fez uma revisão de vários estudos do selénio e do seu papel na protecção contra o vírus influenza, VIH e outros tipos de vírus ARN. Constataram, entre outras coisas, que o risco de contrair infecção por SARS-COV-2 é 10 vezes menor em regiões onde o solo é rico em selénio. É, por isso, muito problemático a insuficiência de selénio, causada por terrenos de cultivo pobres em selénio, estar tão disseminada na Europa, China, África e muitas outras regiões.

Saiba mais sobre o papel essencial do selénio na protecção contra o vírus da COVID-19 e outros tipos de vírus ARNO papel essencial do selénio contra o vírus da COVID-19 e outros vírus ARN

Os suplementos com levedura de selénio e Q10 melhoram a função renal

Os suplementos com levedura de selénio e Q10 melhoram a função renalO rim efectua a depuração do sangue. O bom funcionamento do rim é vital para o sistema circulatório e para a saúde em geral. O funcionamento normal das células, incluindo as células renais, depende de uma série de proteínas que contêm selénio e da coenzima Q10. Os estudos mostram que as pessoas mais velhas em muitas regiões do mundo, Europa incluída, têm insuficiência de ambas as substâncias. Daí que uma equipa de cientistas suecos tenha realizado um estudo em que investigaram a concentração de selénio e a função renal num grupo de idosos. Os participantes receberam levedura de selénio e coenzima Q10 ou placebo, durante um período de quatro anos. Os resultados mostraram que o grupo que recebeu suplementos apresentava melhor função renal, segundo vários parâmetros, comparativamente ao grupo de placebo. O efeito positivo no metabolismo energético celular, na inflamação e no stress oxidativo foi atribuído aos dois suplementos. O estudo está publicado na revista científica Nutrients.

Saiba mais sobre porque é que os suplementos com levedura de selénio e Q10 melhoram a função renalOs suplementos com levedura de selénio e Q10 melhoram a função renal

Relação entre aporte de selénio durante a gravidez, desenvolvimento fetal e peso à nascença

Relação entre aporte de selénio durante a gravidez, desenvolvimento fetal e peso à nascençaO selénio é um oligoelemento essencial que favorece uma porção de proteínas e antioxidantes que são importantes na gravidez. Segundo um novo estudo populacional norueguês, publicado na revista científica Nutrients, a falta de selénio durante a gravidez pode restringir o crescimento do feto e levar a baixo peso à nascença. Isto pode ter consequências no crescimento, nas capacidades cognitivas e na saúde da criança. A insuficiência de selénio é bastante comum na Noruega e no resto da Europa, e isso é problemático.

Saiba mais sobre a relação entre aporte de selénio durante a gravidez, desenvolvimento fetal e peso à nascençaRelação entre aporte de selénio durante a gravidez, desenvolvimento fetal e peso à nascença

O selénio como possível antagonista do mercúrio e o problema do mercúrio no peixe

O selénio como possível antagonista do mercúrio e o problema do mercúrio no peixeO selénio favorece diversas proteínas seleniodependentes, que são fundamentais para renovação energética, metabolismo, defesas imunitárias, fertilidade e protecção antioxidante. Além disso, o selénio tem especial afinidade para o mercúrio, pelo que consegue ligar-se a este metal pesado e neutralizar o efeito nocivo no cérebro, no sistema nervoso e noutros tecidos. Todavia, uma vez ligado ao mercúrio, o selénio deixa de poder ser utilizado pelas selenoproteínas. Todos estamos expostos a uma determinada quantidade de mercúrio, o que pode redundar em insuficiência limiar de selénio. O problema é que há outros factores que intervém, como colheitas pobres em selénio, devido à falta de selénio nos solos agrícolas de cultivo da Europa. O que importa perceber é que a toxicidade por mercúrio é insidiosa, e determinados peixes, como peixes predadores, e baleias no topo da cadeia alimentar contêm grandes concentrações de mercúrio. Contudo, doses terapêuticas de selénio podem prevenir o efeito tóxico do metal pesado, segundo um novo artigo de revisão publicado em Scientific Research.

Saiba mais sobre o selénio como possível antagonista do mercúrio e o problema do mercúrio no peixeO selénio como possível antagonista do mercúrio e o problema do mercúrio no peixe

O Q10 tem potencialidades para minorar a doença cardíaca, a diabetes, perturbações renais e outras doenças crónicas

O Q10 tem potencialidades para minorar a doença cardíaca, a diabetes, perturbações renais e outras doenças crónicasO Q10 intervém na renovação energética celular, além de ser um antioxidante potente que protege células, tecidos e o sistema cardiovascular, de diversas formas. O ser humano sintetiza a maior parte do seu próprio Q10, mas a produção endógena deste composto diminui com a idade. Além disso, determinadas doenças estão associadas à diminuição endógena da síntese da coenzima Q10, e os cientistas observaram que a suplementação com Q10 tem potencialidades para minorar vários sintomas associados a doença cardíaca, diabetes, doença renal, enxaquecas, síndrome de fadiga crónica e fibromialgia. O Q10 também pode melhorar a função cardíaca de idosos saudáveis, reduzindo, assim, o risco de morte por doença cardíaca destas pessoas. O organismo tem dificuldade em absorver Q10, pelo que os cientistas sublinham a importância de tomar formulações de qualidade farmacêutica.

Saiba mais sobre as potencialidades do Q10 para minorar a doença cardíaca, a diabetes, perturbações renais e outras doenças crónicas. Contudo, o suplemento deve ser de qualidade superior.O Q10 tem potencialidades para minorar a doença cardíaca, a diabetes, perturbações renais e outras...

A falta de selénio aumenta a toxicidade dos medicamentos para alívio da dor

A falta de selénio aumenta a toxicidade dos medicamentos para alívio da dorMilhões de pessoas tomam analgésicos que contêm paracetamol e estima-se que, aproximadamente, mil milhões de pessoas tenham falta de selénio, devido aos terrenos de cultivo pobres no nutriente. Esta é uma mistura infeliz, porquanto a insuficiência de selénio aumenta o risco de utilizar paracetamol, pois mesmo as doses recomendadas sobrecarregam o fígado de tal maneira que provocam toxicidade e aumentam o risco de efeitos secundários. Isto mesmo foi demonstrado num estudo, realizado em colaboração, pela Universidade de Bath, em Inglaterra, e Universidade Southwest, na China.

Saiba mais sobre porque é que a insuficiência de selénio aumenta a toxicidade dos analgésicosA falta de selénio aumenta a toxicidade dos medicamentos para alívio da dor

A evidência clínica mostra que a suplementação com Q10 ajuda os doentes com insuficiência cardíaca

A evidência clínica mostra que a suplementação com Q10 ajuda os doentes com insuficiência cardíacaNão existe vida sem coenzima Q10. O composto é necessário à renovação energética em todas as nossas células. Também funciona como antioxidante potente que protege o coração e o sistema cardiovascular contra o stress oxidativo. O ser humano consegue sintetizar o Q10, mas a produção endógena diminui com a idade. Além disso, os doentes com insuficiência cardíaca tem baixos níveis de Q10, o que pode ser fatal, mas décadas de investigação mostram que os suplementos de Q10 podem melhorar a qualidade de vida e reduzir a mortalidade em perto de 50 por cento, segundo um artigo de revisão na Journal of Clinical Medicine, em que os autores referem 90 artigos publicados. É igualmente importante obter selénio em quantidade suficiente, o que ajuda o Q10 a funcionar perfeitamente.

Saiba mais sobre a evidência clínica que mostra que o Q10 é útil na insuficiência cardíacaA evidência clínica mostra que a suplementação com Q10 ajuda os doentes com insuficiência cardíaca

A falta de selénio faz com que um vírus sofra mutação

- e se torne cada vez mais perigoso

A falta de selénio faz com que um vírus sofra mutaçãoPensa-se que cerca de mil milhões de pessoas em todo o mundo tenham falta de selénio, sobretudo devido aos terrenos de cultivo pobres no nutriente. A insuficiência de selénio torna-nos mais vulneráveis a infecções e aumenta o risco de um vírus sofrer mutação e tornar-se mais perigoso. Isto mesmo foi demonstrado em estudos anteriores de vírus ARN, que podem provocar gripe, hepatite, VIH ou doença de Keshan. O coronavírus, que provoca a vulgar constipação e infecções COVID-19, também pertence ao grupo dos vírus ARN e tem uma capacidade invulgar de sofrer mutação. Foram identificados nos visons três novos tipos de vírus que sofreram mutação e que podem ser um obstáculo a uma futura vacina. Daí sermos forçados a reforçar as defesas, que se destinam a combater os vírus, de diversos ângulos. Por outro lado, mesmo com uma alimentação saudável, pode ser difícil obter selénio em quantidade suficiente, razão pela qual cada vez mais cientistas recomendam suplementos de selénio para ajudar a combater o coronavírus.

Saiba mais sobre por que razão a falta de selénio faz com que um vírus sofra mutação e se torne mais perigoso.A falta de selénio faz com que um vírus sofra mutação

O selénio aumenta o comprimento dos telómeros, bem como a esperança de vida

O selénio aumenta o comprimento dos telómeros, bem como a esperança de vidaAs células do nosso organismo estão em constante renovação, mas apenas conseguem dividir-se um certo número de vezes. Tudo depende do comprimento dos telómeros, que se podem comparar às pontas de plástico que revestem as pontas dos atacadores. Sempre que uma célula se divide, os seus telómeros ficam mais curtos, o que faz com que a célula fique mais próxima da sua fase terminal. Um estudo chinês vem agora mostrar que maior aporte de selénio está relacionado com maior comprimento dos telómeros. Dito de outra maneira, maior aporte de selénio contribui para proteger as células e permitir-lhes replicarem-se mais vezes. Isto, provavelmente, retarda o processo de envelhecimento e prolonga a esperança de vida, e há vários estudos que sugerem isto mesmo. Vale a pena referir que a insuficiência de selénio está disseminada pela Europa e por todo o mundo.

Saiba mais sobre como o selénio prolonga os telómeros e aumenta esperança de vida.O selénio aumenta o comprimento dos telómeros, bem como a esperança de vida

Os suplementos de Q10 aumentam a probabilidade de sobreviver à sépsis

- um estado grave, comum, que se caracteriza pela existência de toxinas no sangue

Os suplementos de Q10 aumentam a probabilidade de sobreviver à sépsisSegundo a OMS, a sépsis é a terceira causa de morte mais comum, logo a seguir a doença cardiovascular e cancro. A sépsis surge como resultado de hiper-reacção das defesas a uma infecção no sangue circulante. Segundo um estudo eslovaco, publicado no Bratislava Medical Journal, começar a suplementação com Q10 logo no início da fase de tratamento pode reduzir os sintomas e aumentar as hipóteses de sobrevivência. Saiba mais sobre outro nutriente que contribui para a prevenção da sépsis.

Saiba mais sobre porque é que o Q10 aumenta a probabilidade de sobreviver à sépsis, um estado grave, comum, que se caracteriza pela presença de toxinas no sangue.Os suplementos de Q10 aumentam a probabilidade de sobreviver à sépsis

A insuficiência de selénio generalizada aumenta o risco de morte por COVID-19

A insuficiência de selénio generalizada aumenta o risco de morte por COVID-19Segundo um grande estudo alemão, publicado na revista científica Nutrients, o oligoelemento selénio tem um papel essencial, se bem que ignorado, no bom funcionamento do sistema imunitário, e os problemas generalizados com insuficiência de selénio aumentam o risco de morte por COVID-19. Os cientistas concluíram que o doseamento do selénio no sangue dos doentes pode fornecer informações diagnósticas fundamentais. Os investigadores também concluíram que poderá ser necessário integrar suplementos de selénio no tratamento da COVID-19, sobretudo em idosos, diabéticos, e pessoas com doenças crónicas, que estão especialmente em risco de complicações potencialmente fatais. O solo agrícola da Europa e de outras regiões do mundo contém relativamente pouco selénio, razão pela qual é indispensável concentrar a atenção em obter quantidade suficiente deste nutriente essencial por uma questão de prevenção da COVID-19 e de outras infecções virais. Tudo indica que as recomendações oficiais – a chamada dose de referência ou DR – não são suficientes para satisfazer as reais necessidades do organismo.

Saiba mais sobre por que motivo os problemas de insuficiência de selénio generalizada aumentam o risco de morte por COVID-19.A insuficiência de selénio generalizada aumenta o risco de morte por COVID-19

Suplementos com Q10 e outros antioxidantes em doenças oculares comuns

Suplementos com Q10 e outros antioxidantes em doenças oculares comunsA irrigação da retina é crucial para a boa visão. É por isso que os especialistas recomendam a toma de suplementos antioxidantes em doenças oculares, causadas por irrigação deficiente da retina. Embora não haja evidência da eficácia destes suplementos, tudo indica que o Q10 e outros antioxidantes podem melhorar a visão, quando combinados com terapêuticas convencionais, segundo um estudo espanhol publicado na Nutrients. Como o organismo tem dificuldade em absorver Q10 dos suplementos, é fundamental optar por um suplemento que tenha uma boa biodisponibilidade.

Saiba mais sobre suplementos com Q10 e outros antioxidantes em doenças oculares comunsSuplementos com Q10 e outros antioxidantes em doenças oculares comuns

Como o Q10 previne e alivia as enxaquecas

Como o Q10 previne e alivia as enxaquecasA suplementação com coenzima Q10 em doses elevadas pode reduzir a frequência, a gravidade e a duração das crises de enxaquecas, uma vez que o Q10 reduz os níveis de um péptido no cérebro, que provoca dor e inflamação. Isto foi demonstrado num estudo pioneiro, publicado na Nutritional Neuroscience. As empresas farmacêuticas estão a trabalhar incessantemente para desenvolver um fármaco patenteável, capaz de bloquear este péptido, se bem que as pessoas que sofrem de enxaquecas também possam utilizar Q10, que já se pode adquirir sem receita médica. Deve-se optar sempre por um produto de biodisponibilidade comprovada, para que as moléculas de Q10 cheguem às mitocôndrias energéticas das células. As disfunções mitocondriais são a razão por que as pessoas que sofrem de enxaquecas têm necessidade acrescida de coenzima Q10.

Saiba mais sobre como a suplementação com Q10 em doses elevadas pode reduzir a frequência, a gravidade e a duração das crises de enxaquecasComo o Q10 previne e alivia as enxaquecas

O papel essencial do selénio e do zinco na fertilidade e na gravidez saudável

O papel essencial do selénio e do zinco na fertilidade e na gravidez saudávelA ausência involuntária de filhos tornou-se cada vez mais comum. Muitas mulheres estão numa corrida contra o tempo e o seu relógio biológico não pára. Os tratamentos de fertilidade, abortos espontâneos, pré-eclampsia, bem como outras complicações durante a gravidez, contribuem para a carga física e psicológica. Num estudo australiano recente, publicado na Nutrients, os autores descrevem o papel fundamental do selénio e do zinco na fertilidade e na gravidez saudável. Abordam ainda os problemas da carência generalizada de selénio e chamam a atenção para o facto de as toxinas ambientais, como o mercúrio, provocarem défice de proteínas contendo selénio no organismo. Os cientistas salientam os suplementos para combater as carências, como seja o ácido fólico e o ferro, habitualmente recomendados à grávida. Compensa optar pela levedura de selénio, com múltiplos compostos de selénio orgânico, e pelo zinco orgânico, para melhor biodisponibilidade e metabolismo dos nutrientes.

Saiba mais sobre o papel essencial do selénio e do zinco na fertilidade e na gravidez saudávelO papel essencial do selénio e do zinco na fertilidade e na gravidez saudável

A maior parte dos suplementos alimentares não melhora a saúde cardíaca nem ajuda a viver mais anos

- porque não são da melhor qualidade

A maior parte dos suplementos alimentares não melhora a saúde cardíaca nem ajuda a viver mais anosA maioria dos suplementos com vitaminas e minerais não prolonga a vida nem protege contra a doença cardiovascular, embora o óleo de peixe pareça ter um bom efeito, segundo uma grande revisão da Universidade Johns Hopkins. Por outro lado, um estudo dinamarquês mostra que os níveis de vitamina D no sangue são cruciais para a esperança de vida de uma pessoa, e um estudo sueco inovador mostra que os suplementos de Q10 e selénio, patenteados, são benéficos para as pessoas de mais idade, pois melhoram a sua saúde cardíaca e reduzem em 50% a mortalidade cardiovascular. O importante é utilizar suplementos que contenham nutrientes em quantidade e qualidade adequadas, e que sejam absorvidos pelo organismo. A seguir, saiba mais sobre os diversos estudos e como pode melhorar a sua saúde cardíaca e aumentar a possibilidade de viver mais anos.

Saiba mais sobre o novo estudo: A maior parte dos suplementos alimentares não melhora a saúde cardíaca nem aumenta a esperança de vida, simplesmente porque não são da melhor qualidadeA maior parte dos suplementos alimentares não melhora a saúde cardíaca nem ajuda a viver mais anos

Baixos níveis de selénio no solo estão ligados a reacções potencialmente fatais à COVID-19

Baixos níveis de selénio no solo estão ligados a reacções potencialmente fatais à COVID-19Uma equipa de cientistas internacional, da Universidade de Surrey, Inglaterra, descobriu haver ligação entre baixos níveis de selénio no solo e o risco de a infecção COVID-19 se tornar fatal. A Professora Margaret Rayman, que coordenou o estudo, passou décadas a estudar a falta de selénio à escala mundial, que se sabe comprometer a capacidade do sistema imunitário de enfrentar as infecções virais e novas epidemias. Os terrenos de cultivo de vastas regiões do mundo, Europa e China incluídas, são pobres em selénio, pelo que se impõe dar mais atenção a este nutriente essencial.

Saiba mais sobre a ligação entre baixos níveis de selénio no solo e reacções potencialmente fatais à COVID-19Baixos níveis de selénio no solo estão ligados a reacções potencialmente fatais à COVID-19

Q10 como solução natural anti-envelhecimento que também pode prevenir a doença crónica e morte precoce

Q10 como solução natural anti-envelhecimento que também pode prevenir a doença crónica e morte precoceO número de idosos no mundo está a aumentar. Não é surpresa para ninguém que as pessoas de idade desejam manter-se em forma, mental e fisicamente, e desfrutar de todos os momentos da vida. Todavia, há muitas pessoas de meia-idade e mais velhas que se sentem cansadas e letárgicas, ou que sofrem de doenças crónicas que afectam a sua qualidade de vida e que estão associadas a uma menor esperança de vida. No seu livro, Coenzima Q10 – An Insider’s Guide, o Dr. William V. Judy trata em profundidade de que modo o Q10 consegue retardar o processo de envelhecimento a nível celular, ao aumentar os níveis de energia, ao reforçar a saúde cardíaca e ao prevenir a aterosclerose e outras doenças crónicas ligadas ao envelhecimento. A suplementação com Q10 em associação com selénio pode mesmo retardar o risco de morte precoce em mais de 50 por cento. O Dr. Judy faz questão de salientar a importância de optar por Q10 de qualidade farmacêutica que o organismo consiga absorver e metabolizar.

Saiba mais sobre o Q10 como solução natural anti-envelhecimento que pode, inclusivamente, prevenir a doença crónica e morte prematura.Q10 como solução natural anti-envelhecimento que também pode prevenir a doença crónica e morte...

O défice de Q10 e selénio acelera o envelhecimento e aumenta o risco de doença degenerativa e morte precoce

O défice de Q10 e selénio acelera o envelhecimento e aumenta o risco de doença degenerativa e morte precoceÉ do conhecimento geral que as doenças degenerativas, como doença cardiovascular, diabetes, problemas renais e doenças hepáticas, muitas vezes, estão ligadas a pouca qualidade de vida e menor esperança de vida. A suplementação com Q10, eventualmente em conjunto com levedura de selénio, pode ter influência positiva nas situações referidas e diminuir o risco de morte prematura em 50 por cento ou mais. Na verdade, segundo uma grande revisão, publicada online pelo NCBI (National Center for Biotechnology Information), o Q10 pode ajudar a retardar o processo de envelhecimento ao proteger o coração, o sistema cardiovascular e as células. Como se refere neste artigo, é fundamental utilizar suplementos com qualidade farmacêutica para absorção adequada no sangue e tecidos.

Saiba mais porque é que o défice de Q10 e selénio acelera os processos de envelhecimento e aumenta o risco de doenças degenerativas e morte prematura.O défice de Q10 e selénio acelera o envelhecimento e aumenta o risco de doença degenerativa e...

A falta de selénio aumenta o risco de infecções virais

– e até pode torná-las mais perigosas

A falta de selénio aumenta o risco de infecções viraisO selénio é imprescindível à boa defesa imunitária. Todavia, a carência de selénio é um problema comum, que aumenta o risco de infecções virais, como a gripe e o coronavírus oriundo da China, que se teme vir a tornar-se uma pandemia à escala mundial. A carência de selénio em animais e pessoas infectados é problemática porque provoca a mutação do vírus, que se torna mais agressivo. Dada a importância do selénio como antioxidante potente, a falta deste nutriente pode deixar o organismo vulnerável ao stress oxidativo, o que pode provocar danos teciduais e complicar a infecção viral. Daí ser fundamental obter sempre selénio em quantidade suficiente, porquanto também aumenta as resistências a outras infecções virais, como herpes, VIH e hepatite, segundo um artigo publicado na Nutrients.

Saiba mais porque é que a falta de selénio aumenta o risco de infecções virais e até pode torná-las mais perigosasA falta de selénio aumenta o risco de infecções virais

A insuficiência de selénio é um problema global que aumenta o risco de doenças graves e frequentes

A insuficiência de selénio é um problema global que aumenta o risco de doenças graves e frequentesA falta de selénio, um oligoelemento essencial, pode causar doenças da tiróide, doença cardiovascular, infecções virais, SIDA, infertilidade, perturbações neurológicas e cancro. Aproximadamente mil milhões de pessoas em todo o mundo têm insuficiência de selénio. Isto é consequência sobretudo de solo pobre neste nutriente, o que é um problema sério em lugares como a Europa. Há décadas que os cientistas têm alertado para este problema, e, segundo uma revisão publicada em StatPearls, tudo indica que não chega ter um aporte recomendado oficial para protecção eficaz contra a doença.

Saiba mais sobre a insuficiência de selénio – um problema global que aumenta o risco de doenças graves e frequentesA insuficiência de selénio é um problema global que aumenta o risco de doenças graves e frequentes

Interesse crescente em perturbações mitocondriais

- com ligações à doença de Parkinson e a outras doenças neurológicas

Interesse crescente em perturbações mitocondriaisAs mitocôndrias são as centrais eléctricas das nossas células, que produzem energia num processo em que intervêm oxigénio, Q10, selénio e outros nutrientes. Há cerca de 100 anos, o Professor Otto Warburg, alemão, galardoado com o Prémio Nobel, demonstrou que, ainda que o cancro possa ser causado por muitos factores secundários, há apenas uma causa primária: alterações na renovação do oxigénio mitocondrial. No seu último livro, Tripping over the Truth, o biólogo molecular Travis Christoffersen descreve como os cientistas contemporâneos corroboram as teorias de Warburg e afirma que a prevenção e o tratamento do cancro devem ser encarados de um ângulo completamente diferente. Há outros estudos que mostram que a doença de Parkinson, enxaquecas, senilidade, fadiga crónica, fibromialgia, epilepsia e outras perturbações neurológicas podem ter origem em defeitos das mitocôndrias, que têm muitas outras funções para além do fornecimento de energia. É, por isso, fundamental prestar atenção às mitocôndrias ao longo da vida. Saiba mais sobre a dieta cetogénica que optimiza a renovação de energia mitocondrial em diversas doenças mitocondriais.

Saiba mais sobre o interesse crescente em perturbações mitocondriais com ligações ao cancro, à doença de Parkinson e a outras doenças neurológicas.Interesse crescente em perturbações mitocondriais

O papel do selénio na puberdade e na fertilidade

O papel do selénio na puberdade e na fertilidadeO selénio é um oligoelemento que sustenta mais de 30 selenoproteínas essenciais que têm inúmeras funções. Pela primeira vez, um estudo de crianças mexicanas mostra que a falta de selénio retarda o crescimento dos pêlos púbicos e o desenvolvimento dos órgãos sexuais nas crianças do sexo masculino. Não há a menor dúvida que o solo agrícola do México é pobre em selénio e isso reflecte-se na cadeia alimentar. E o mesmo se passa na Europa, razão pela qual há décadas que os agricultores dão suplementos de selénio ao gado, para melhorar a fertilidade e prevenir muitos problemas de insuficiência. A questão é saber até que ponto os problemas de insuficiência de selénio explicam a diminuição da qualidade do esperma que se tem observado entre os jovens do sexo masculino. Cerca de 500 milhões a mil milhões de pessoas em todo o mundo obtêm muito pouco selénio na alimentação.

Saiba mais sobre o papel do selénio na puberdade e na fertilidadeO papel do selénio na puberdade e na fertilidade

Alterações na alimentação e determinados suplementos podem melhorar a qualidade do esperma e os níveis de testosterona

Alterações na alimentação e determinados suplementos podem melhorar a qualidade do esperma e os níveis de testosteronaA infertilidade afecta aproximadamente um em cada sete casais. A OMS considera-a um problema de saúde global. Uma das causas principais é a má qualidade do esperma, e nos homens dinamarqueses, noruegueses e alemães é pior do que em qualquer outra população masculina. A má qualidade do esperma pode ser consequência de estilo de vida pouco saudável, com stress, tabagismo, estimulantes e compostos desreguladores hormonais. Por outro lado, cientistas do México constataram que os suplementos de zinco, selénio, Q10 e ómega 3 têm impacto no número e na qualidade dos espermatozóides. Outros estudos mostram que o zinco e o selénio protegem os espermatozóides e são importantes para os níveis de testosterona.

Saiba mais sobre como alterações na alimentação e determinados suplementos melhoram a qualidade do esperma e os níveis de testosterona.Alterações na alimentação e determinados suplementos podem melhorar a qualidade do esperma e os...

A insuficiência de selénio generalizada aumenta o risco de infecções virais, problemas da tiróide, diminuição da fertilidade, problemas neurológicos, cancro e SIDA

A insuficiência de selénio generalizada aumenta o risco de infecções virais, problemas da tiróide, diminuição da fertilidade, problemas neurológicos, cancro e SIDAO selénio é um oligoelemento essencial, indispensável a defesas imunitárias, metabolismo, fertilidade, sistema nervoso e prevenção do cancro. Estima-se que um bilião de pessoas, no mundo inteiro, tenha insuficiência de selénio. E como o solo agrícola da Europa é pobre em selénio, os europeus estão mais vulneráveis. Tudo indica que a insuficiência de selénio aumenta o risco de muitas doenças agudas, crónicas e potencialmente fatais, e o aporte diário recomendado é demasiado baixo, segundo um artigo recente sobre insuficiência de selénio, publicado na base de dados científica americana NCBI (National Center for Biotechnology Information).

Saiba mais sobre os problemas generalizados com insuficiência de selénio e como esta aumenta o risco de infecções virais, problemas da tiróide, diminuição da fertilidade, problemas neurológicos e SIDA.A insuficiência de selénio generalizada aumenta o risco de infecções virais, problemas da tiróide,...

Uma alimentação pobre do ponto de vista nutricional aumenta o risco de cancro

- mas determinados nutrientes conferem protecção

Uma alimentação pobre do ponto de vista nutricional aumenta o risco de cancroAs pessoas que fazem uma alimentação pobre em nutrientes têm risco acrescido de desenvolver cancro, segundo um estudo francês publicado em PLoS Medicine. Daí os cientistas recomendarem a rotulagem dos alimentos por forma a ajudar os consumidores a fazerem escolhas mais saudáveis. Contudo, mesmo seguindo as orientações alimentares oficiais, pode ser difícil obter quantidade suficiente de vitamina D e selénio, dois nutrientes com vários mecanismos anticancerígenos.

Saiba mais sobre porque é que uma alimentação pobre em nutrientes aumenta o risco de cancro, ao passo que determinados nutrientes têm o efeito contrário.Uma alimentação pobre do ponto de vista nutricional aumenta o risco de cancro

A síndrome de fadiga crónica é provocada por défice de Q10?

A síndrome de fadiga crónica é provocada por défice de Q10?Provavelmente, sim. Cada vez mais estudos mostram que a toma de grandes quantidades de Q10 e derivado da vitamina B3 é uma solução. O Q10 e a vitamina B3 são essenciais para a renovação energética no organismo, que acontece no interior das mitocôndrias das células. Um estudo mais recente mostra que a toma de suplementos destes nutrientes também pode ter efeito positivo no coração, que é o motor fulcral do organismo.

Saiba mais sobre porque é que a síndrome de fadiga crónica pode ser consequência de défice de Q10A síndrome de fadiga crónica é provocada por défice de Q10?

Défice de selénio nas unhas da criança pode ter relação com o excesso de peso

Défice de selénio nas unhas da criança pode ter relação com o excesso de pesoEstudos anteriores constataram haver relação entre défice de selénio e excesso de peso, mas só um número reduzido de estudos investigaram esta relação em crianças. Daí que investigadores chineses quisessem examinar atentamente esta relação, e os níveis de selénio em amostras de unhas dão uma noção exacta da quantidade total de selénio no organismo. A carência de selénio é comum em muitas regiões do mundo, incluindo na China e na Europa.

Saiba mais sobre como os baixos níveis de selénio nas unhas da criança podem ter relação com o excesso de pesoDéfice de selénio nas unhas da criança pode ter relação com o excesso de peso

Na doença da tiróide, é necessário manter o iodo e o selénio em equilíbrio

- e as carências de selénio são generalizadas

Na doença da tiróide, é necessário manter o iodo e o selénio em equilíbrioEstima-se que 500.000 dinamarqueses sofram de uma perturbação da tiróide, das quais a mais frequente é a doença de Hashimoto, que abranda o metabolismo. A produção e o funcionamento das hormonas tiroideias dependem do iodo e do selénio, pelo que é fundamental que os dois nutrientes estejam equilibrados. O iodo em falta ou em excesso aumenta o risco de doença de Hashimoto, e o mesmo sucede com o selénio, um nutriente que muitas pessoas têm em falta.
Fadiga extrema, aumento de peso, obstipação, intolerância ao frio, tumefação do pescoço e pele seca são alguns dos problemas que se observam em pessoas com metabolismo lento. Contudo, os sintomas podem variar, pelo que há muitas pessoas em quem ainda não foi diagnosticada.
A terapêutica com hormonas tiroideias não resolve necessariamente o problema. Na verdade, 20 por cento dos doentes sentem-se pior, apesar das análises do sangue parecerem normais. É, por isso, importante dar mais atenção ao papel do iodo e do selénio no metabolismo.

Saiba mais sobre porque é que o iodo em falta ou em excesso aumenta o risco de doença de Hashimoto. O mesmo sucede com o selénio, um nutriente que muitas pessoas têm em faltaNa doença da tiróide, é necessário manter o iodo e o selénio em equilíbrio

O selénio protege os neurónios do cérebro

O selénio protege os neurónios do cérebroO selénio é um constituinte de, pelo menos, 25 proteínas essenciais (selenoproteínas), incluindo vários antioxidantes que protegem as células contra o stress oxidativo e doenças. Uma equipa de investigadores de Munique, na Alemanha, definiu os mecanismos que os antioxidantes que contêm selénio utilizam para proteger os neurónios do cérebro contra a morte celular. Os cientistas vêem no selénio toda uma série de novas potencialidades, pela sua capacidade de proteger contra perturbações neurológicas e cancro. Contudo, é problemático termos défice de selénio generalizado nesta região do mundo. Mesmo cumprindo as directivas alimentares oficiais, é muito difícil obter selénio suficiente para saturar todas as selenoproteínas.

Saiba mais sobre como o selénio protege os neurónios do cérebroO selénio protege os neurónios do cérebro

Q10 e selénio aumentam o IGF-1 nos idosos

- contribuindo assim para menos casos de morte cardíaca

Q10 e selénio aumentam o IGF-1 nos idososQ10 e selénio são antioxidantes potentes, fundamentais para o coração, sistema cardiovascular e para a renovação energética. À medida que envelhecemos, a nossa síntese endógena de Q10 diminui, e são muitas as pessoas com falta de selénio. Um estudo sueco demonstrou que as pessoas de mais idade que tomam suplementos de Q10 e selénio têm uma taxa de mortalidade cardíaca 50 por cento inferior. Outro estudo sueco (mais recente) mostra que Q10 e selénio também aumentam os níveis de IGF-1 das pessoas mais velhas, uma hormona com muitas funções no organismo, que os cientistas presumem reduzir o risco de morte cardíaca nessas pessoas.

Saiba mais sobre como os idosos podem fazer suplementação com Q10 e selénio, para aumentar o seu IGF-1 e, deste modo, contribuir para uma taxa de mortalidade cardíaca mais baixaQ10 e selénio aumentam o IGF-1 nos idosos

O selénio pode prevenir infecções e cancro, mas os investigadores alertam para o baixo aporte de selénio

O selénio pode prevenir infecções e cancro, mas os investigadores alertam para o baixo aporte de selénioAinda que se faça uma alimentação saudável e equilibrada, pode ser difícil obter selénio em quantidade suficiente, devido às alterações climáticas e ao esgotamento do nutriente no solo, especialmente na Europa. Isto mesmo foi demonstrado num estudo realizado por cientistas suíços. O selénio é muito importante para o sistema imunitário, mas qual a quantidade necessária para estarmos perfeitamente protegidos contra infecções? Também parece haver relação entre carência de selénio generalizada e taxa de cancro aumentada.

Saiba mais sobre o selénio e como previne infecções e cancroO selénio pode prevenir infecções e cancro, mas os investigadores alertam para o baixo aporte de...

A fraca qualidade do esperma é causa frequente de infertilidade

- mas a alteração da alimentação e do estilo de vida faz a diferença

A fraca qualidade do esperma é causa frequente de infertilidadeAproximadamente um em sete casais não tem filhos. Embora possam ser muitas as causas subjacentes, a fraca qualidade do esperma é cada vez mais um problema. Pode ser causada por falta de determinados nutrientes e exposição a diversos factores ambientais, mas, felizmente, é possível melhorar a qualidade do esperma e aumentar as hipóteses de concepção, mediante ajustes alimentares e utilização de suplementos específicos. A investigação recente mostra que os factores epigenéticos (factores que afectam o meio do espermatozóide) condicionam a saúde espermática, pelo que são decisivos na activação dos genes do espermatozóide para que o feto possa desenvolver-se.

Saiba mais sobre a razão por que a qualidade do esperma é causa frequente de infertilidade e como a alteração da alimentação e do estilo de vida faz a diferença.A fraca qualidade do esperma é causa frequente de infertilidade

Carência de selénio e parto pré-termo

Carência de selénio e parto pré-termoUma equipa internacional de investigadores acaba de concluir um grande estudo sobre a eventual ligação entre ADN materno, carência de selénio e parto pré-termo. Estudos anteriores mostraram que as mulheres com baixo nível sanguíneo de selénio têm maior risco de parto pré-termo, e que a suplementação com selénio pode fazer baixar esse risco. O problema é que as alterações climáticas e o esgotamento do solo podem aumentar o risco de carência de selénio, especialmente na Europa.

Saiba mais sobre carência de selénio e parto pré-termoCarência de selénio e parto pré-termo

As alterações climáticas provocam carência de selénio que ameaça a saúde pública

As alterações climáticas provocam carência de selénio que ameaça a saúde públicaAs alterações climáticas e o esgotamento do solo aumentam o risco de carência de selénio, especialmente na Europa, como demonstraram cientistas suíços. O selénio é um nutriente essencial, e os estudos existentes mostram, claramente, que o baixo aporte de selénio aumenta o risco de cancro, perturbações metabólicas, défice imunitário, má qualidade espermática e aterosclerose. Daí que a carência de selénio deva ser levada a sério e deva ser prevenida de qualquer forma. Tomar um suplemento de selénio de qualidade superior é uma boa forma de obter este nutriente em quantidade suficiente.

Saiba mais sobre alterações climáticas e de que modo levam à carência de selénio com consequências graves para a saúdeAs alterações climáticas provocam carência de selénio que ameaça a saúde pública

Coenzima Q10 como factor determinante da força muscular e do envelhecimento

Coenzima Q10 como factor determinante da força muscular e do envelhecimentoO envelhecimento está associado a perda de massa muscular e diminuição do desempenho físico, que tendem a diminuir a qualidade de vida. É sabido que a coenzima Q10 tem um papel importante na renovação energética celular e na protecção contra o stress oxidativo. Ora, dois estudos coorte independentes mostram inclusive haver relação entre a taxa de Q10 do organismo e a força muscular. Uma investigação anterior sugere mesmo que os suplementos de Q10 podem ajudar pessoas mais velhas a desenvolverem fibras musculares mais vigorosas. As pessoas que tomam estatinas para baixar o colesterol devem tomar suplementos de Q10.

Saiba mais sobre a coenzima Q10 como factor determinante da força muscular e do envelhecimentoCoenzima Q10 como factor determinante da força muscular e do envelhecimento

O selénio e o ferro têm papéis diferentes a nível do cancro - é essencial obter a quantidade certa de cada um destes minerais

O selénio e o ferro têm papéis diferentes a nível do cancro - é essencial obter a quantidade certa de cada um destes minerais!Todas as nossas células contêm diferentes compostos de selénio que asseguram várias funções essenciais. Enquanto antioxidante, o selénio impede várias substâncias, como o ferro, de formar alguns radicais livres que podem danificar o ADN celular e conduzir à divisão celular descontrolada. Daí que a carência de selénio associada ao excesso de ferro seja uma mistura explosiva. Embora o ferro seja essencial, é fundamental que não seja ingerido em quantidade excessiva. É igualmente importante obter bastante selénio na alimentação e/ou suplementos numa forma que o organismo consiga absorver e utilizar em todas as células, de modo a estar devidamente protegido contra substâncias cancerígenas.

Saiba mais sobre os diferentes papéis do selénio e do ferro a nível do cancro e porque é que é importante obter a quantidade certa destes nutrientes.O selénio e o ferro têm papéis diferentes a nível do cancro - é essencial obter a quantidade certa...

Q10 pode ajudar pessoas com doença de Parkinson

Q10 pode ajudar pessoas com doença de ParkinsonSegundo um estudo japonês, a coenzima Q10 pode ajudar a aliviar os sintomas de algumas pessoas com doença de Parkinson. O Q10 apresenta-se em duas formas, ambas com funções essenciais, mas os cientistas constataram que apenas uma das formas tem efeito positivo na doença de Parkinson. Todavia, na suplementação com Q10 as duas formas são igualmente boas. O importante é que o composto activo seja absorvido. Depois de absorvido, o organismo pode alternar entre uma e outra forma, um processo que também requer selénio.

Saiba mais porque razão o Q10 pode ajudar pessoas com doença de ParkinsonQ10 pode ajudar pessoas com doença de Parkinson

O selénio é essencial, mas não o obtemos em quantidade suficiente no peixe e no marisco

O selénio é essencial, mas não o obtemos em quantidade suficiente no peixe e no mariscoO selénio é essencial para a função da tiróide, sistema cardiovascular, e até na prevenção do cancro. O peixe e o marisco estão entre as melhores fontes de selénio, mas mesmo 200 gramas de peixe e marisco cinco dias por semana não são suficientes, segundo um estudo dinamarquês sobre selénio. E o que torna ainda mais difícil a obtenção da quantidade ideal deste nutriente, é o facto dos solos agrícolas de grande parte da Europa terem falta de nutrientes essenciais como o selénio. Margaret P. Rayman, uma das principais especialistas europeias em selénio, afirma haver relação directa entre aporte de selénio decrescente e aumento da taxa de cancro, reumatismo, infertilidade, e muitos outros problemas de saúde. A questão é saber de que modo conseguimos obter selénio em quantidade suficiente.

Saiba mais sobre selénio e o facto de obtermos muito pouca quantidade deste nutriente no mariscoO selénio é essencial, mas não o obtemos em quantidade suficiente no peixe e no marisco

A Dinamarca volta a estabelecer o recorde no cancro

- e a falta de determinados nutrientes pode ter um papel fundamental

A Dinamarca volta a estabelecer o recorde no cancroNovos números da base de dados sobre o cancro, Nordcan, revelam que as mulheres dinamarquesas detêm o recorde na prevalência do cancro, e que ambos os sexos continuam a ter a taxa mais baixa de sobrevida do cancro dos países nórdicos. Segundo os investigadores, isto prende-se com o estilo de vida. Todavia, o cancro surge igualmente em pessoas com um estilo de vida saudável, e estudos internacionais indicam que os regimes alimentares modernos tendem a ser insuficientes em selénio, vitamina D e ómega 3, todos eles com propriedades anticancerígenas. A investigação também refere a melatonina, também conhecida como a hormona do sono.

Saiba mais sobre como a Dinamarca volta a estabelecer o recorde no cancro e como a falta de determinados nutrientes tem um papel fundamentalA Dinamarca volta a estabelecer o recorde no cancro

De que modo o Q10 influencia o rendimento desportivo?

De que modo o Q10 influencia o rendimento desportivo?O Q10 participa na renovação energética em todas as células. A concentração mais elevada de Q10 encontra-se no coração, visto que este músculo precisa de bombear continuamente para fornecer mais sangue às células musculares quando fazemos actividade física. A renovação energética celular tem lugar no interior de pequeníssimas centrais eléctricas chamadas mitocôndrias. Um estudo sueco-dinamarquês demonstrou que as mitocôndrias das células musculares de atletas de alto nível têm uma estrutura diferente que lhes permite produzir até mais 25% de energia. Estudos anteriores mostram que o Q10 pode melhorar o rendimento desportivo, pelo que tudo se resume à optimização da renovação energética nas células.

Saiba mais sobre Q10 e a sua influência no rendimento desportivoDe que modo o Q10 influencia o rendimento desportivo?

Alimentação saudável e suplementos nutricionais contrariam a deterioração física das mulheres

Alimentação saudável e suplementos nutricionais contrariam a deterioração física das mulheresAs mulheres que fazem uma alimentação saudável podem prevenir ou retardar a deterioração física. Mas qual é o tipo de alimentação que tem o efeito melhor? E de que modo podem determinados nutrientes, que são difíceis de obter na alimentação, melhorar o efeito global?

Ler mais sobre alimentação saudável e suplementos nutricionais, e como prevenir a deterioração física das mulheresAlimentação saudável e suplementos nutricionais contrariam a deterioração física das mulheres

Q10 e colesterol formam uma dupla essencial

- mas os processos de envelhecimento e os antidislipidémicos inibem a síntese de Q10 pelo organismo

Q10 e colesterol formam uma dupla essencialO colesterol é uma substância essencial, produzida pelo próprio ser humano. O importante é que o colesterol que circula no nosso sangue não oxide, e isto é função do Q10 e outros antioxidantes. Níveis de glicose no sangue estabilizados também ajudam a manter o balanço do colesterol saudável.

Saiba mais sobre Q10 e colesterolQ10 e colesterol formam uma dupla essencial

Muitas pessoas que sofrem de enxaquecas têm falta de Q10 e vitaminas

Muitas pessoas que sofrem de enxaquecas têm falta de Q10 e vitaminasUm estudo demonstrou que muitas crianças e jovens que sofrem de enxaquecas têm falta de coenzima Q10 e de várias vitaminas. Embora seja necessária mais investigação antes de se tirarem conclusões, a verdade é que estudos anteriores mostraram que a suplementação de Q10 pode ter um efeito positivo nas enxaquecas. Porque a enxaqueca é comum em crianças e adultos, naturalmente que o indicado é dar mais atenção à causa subjacente e compensar eventuais carências.

Ler mais sobre o facto de crianças e adolescentes com enxaquecas, terem falta de vitamina D, vitamina B2 e Q10Muitas pessoas que sofrem de enxaquecas têm falta de Q10 e vitaminas

Q10 salva a vida de doentes com insuficiência cardíaca e melhora a qualidade de vida

Q10 salva a vida de doentes com insuficiência cardíaca e melhora a qualidade de vidaHá muitas pessoas que sofrem de insuficiência cardíaca crónica – muitas vezes sem o saber. Muitos estudos demonstraram que a suplementação com Q10 pode melhorar a qualidade de vida e até reduzir a mortalidade. Num artigo publicado em Pharmacologic Therapy analisam-se os muitos estudos de Q10 e salienta-se a importância de optar por uma formulação de Q10 com boa biodisponibilidade.

Ler mais sobre os suplementos de Q10 e como salvam a vida de doentes com insuficiência cardíacaQ10 salva a vida de doentes com insuficiência cardíaca e melhora a qualidade de vida

Carência de selénio, intolerância ao glúten, e perturbações metabólicas

Carência de selénio, intolerância ao glúten, e perturbações metabólicasA carência de selénio pode aumentar o risco de intolerância ao glúten/doença celíaca, o que pode levar a perturbações metabólicas e vice-versa. Porque as carências de selénio podem ser consequência de má alimentação e de síndrome de malabsorção, isto pode tornar-se facilmente um círculo vicioso.

Ler mais sobre carência de selénio e como aumenta o risco de intolerância ao glúten/doença celíaca, o que pode causar perturbações metabólicasCarência de selénio, intolerância ao glúten, e perturbações metabólicas

Nutriente insuficiente pode ajudar casais inférteis?

Nutriente insuficiente pode ajudar casais inférteis?Um novo estudo associa as doenças da tiróide à infertilidade feminina. Simultaneamente, é sabido que o selénio, um micronutriente essencial, é necessário ao funcionamento normal da tiróide. A alimentação moderna é pobre em selénio, e a pergunta a fazer é: os suplementos de selénio podem ser um bom ponto de partida para os casais inférteis, antes de iniciarem a dispendiosa FIV (fertilização in vitro)?

Ler mais...Nutriente insuficiente pode ajudar casais inférteis?

O selénio contraria o cancro - e é provável que interrompa a tendência

O selénio contraria o cancro - e é provável que interrompa a tendênciaApesar de os tratamentos do cancro terem melhorado drasticamente, a verdade é que a ciência ainda não conseguiu interromper a tendência. Pelo contrário. Há cada vez mais pessoas com cancro, e é por isso que deve ser dada mais atenção ao oligoelemento selénio, que possui vários mecanismos contra o cancro. Contudo, para tanto, é preciso que obtenhamos selénio em quantidade suficiente e sob uma forma que o organismo consiga metabolizar com eficácia.

Ler mais...O selénio contraria o cancro - e é provável que interrompa a tendência

O selénio protege contra o mercúrio - desde que o obtenha em quantidade suficiente

O selénio protege contra o mercúrio - desde que o obtenha em quantidade suficienteO selénio protege contra o mercúrio - desde que se obtenha quantidade suficiente. Todos nós estamos sujeitos a exposição ao mercúrio, uma neurotoxina presente em grande escala na natureza e no ambiente. Segundo um relatório da UE, o mercúrio representa um grande peso económico para a sociedade devido aos custos associados a baixo QI. Só por isso, deveríamos procurar limitar a exposição ao mercúrio, bem como reflectir sobre como o selénio protege contra este metal pesado nocivo - desde que os nossos níveis de selénio sejam suficientemente elevados.

Ler mais...O selénio protege contra o mercúrio - desde que o obtenha em quantidade suficiente

Os suplementos de Q10 podem prevenir as enxaquecas?

Os suplementos de Q10 podem prevenir as enxaquecas?Estudos têm mostrado que as pessoas que sofrem de enxaqueca recorrente podem beneficiar de suplementos com coenzima Q10.

A enxaqueca pode ser causada por uma série de factores. Uma variedade de fármacos foram desenvolvidos especificamente para tratar a enxaqueca e, além disso, certos medicamentos, usados para tratar outros distúrbios, podem ajudar a aliviar ou até mesmo prevenir a enxaqueca.
No entanto, um número crescente de doentes com enxaqueca procura formas mais naturais para lidar com as crises recorrentes. Dentro deste prisma, uma das substâncias que tem vindo a revelar mais interesse é a coenzima q10.

Ler mais...Os suplementos de Q10 podem prevenir as enxaquecas?

Q10 reduz risco de demência

Q10 reduz risco de demênciaNum novo estudo, Dr. Yamagishi e a sua equipa da Universidade de Tsukuba do Japão, utilizaram dados de 6.000 japoneses, de meia-idade , e, pela primeira vez, foram capazes de mostrar que os baixos níveis da coenzima Q10 no sangue estão fortemente associados a um risco aumentado de desenvolver demência.

Baseando-se nos efeitos antioxidantes da coenzima Q10, estes investigadores procuraram verificar a relação entre os níveis plasmáticos de Q10 e o risco de desenvolver demência. Estudos realizados em animais já tinham demonstrado um potencial efeito benéfico da coenzima Q10 na função cognitiva, mas em seres humanos estes efeitos ainda não eram muito claros.

Ler mais...Q10 reduz risco de demência

Aviso a todas as mulheres: Cuide a sua saúde cardiovascular para evitar a morte prematura

Aviso a todas as mulheres: Cuide a sua saúde cardiovascular para evitar a morte prematuraMorrem mais mulheres que homens de doenças cardiovasculares. A alimentação e o estilo de vida desempenham um papel crucial na prevenção, e existem alguns suplementos que têm vindo a demonstrar uma redução de mortes relacionadas com doenças do foro cardiovascular em mais de 50%.

A principal doença cardíaca - e a causa de morte mais comum nos países ocidentais - é a oclusão da coronária, também conhecida por doença isquémica do coração. Isquemia significa "falta de oxigénio" e quando o coração não tem oxigénio devido a má circulação, dor no peito (angina de peito) pode ocorrer com o esforço físico, trombose cardíaca, insuficiência cardíaca e morte súbita. Dado que a aterosclerose leva muitos anos a desenvolver-se, é fundamental iniciar uma prevenção cedo com estratégias naturais, mesmo antes de serem observados quaisquer sintomas.

Se toma medicamentos para baixar os níveis de colesterol ou se tem insuficiência cardíaca deve, definitivamente, continuar a ler este artigo.

Ler mais...Aviso a todas as mulheres: Cuide a sua saúde cardiovascular para evitar a morte prematura

Ubiquinona ou Ubiquinol – haverá realmente diferença?

Ubiquinona ou Ubiquinol – haverá realmente diferença?Ubiquinona ou Ubiquinol – haverá realmente diferença? Desde a descoberta da coenzima Q10, em 1957, que os cientistas têm feito investigação sobre este curioso nutriente que, ao que tudo indica, tem um papel crucial na saúde humana. “Ubiquinona” é outro termo para a coenzima Q10, por causa da sua qualidade de omnipotente. “Ubi” significa em toda a parte. Em 2006, surgiu no mercado um novo tipo de CoQ10, chamado “ubiquinol”, que campanhas inteligentes de marketing tentaram promover como uma fonte de CoQ10 nova e melhorada, mais facilmente absorvida no organismo e superior à ubiquinona.
Consumidores e cientistas ficaram confusos e começaram a pôr em questão a forma tradicional de CoQ10 – ubiquinona – apesar de sempre ter sido a forma comercializada e utilizada em estudos.

Ler mais...Ubiquinona ou Ubiquinol – haverá realmente diferença?

Suplemento com Q10 pode ajudar pessoas com doença hepática

Suplemento com Q10 pode ajudar pessoas com doença hepáticaInvestigadores descobriram que pessoas que sofrem de doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) podem proteger-se tomando um suplemento com coenzima Q10.

A doença hepática gordurosa não alcoólica é uma doença hepática crónica que envolve a inflamação do fígado e pode piorar ao atravessar uma progressão de quatro estádios, podendo eventualmente, conduzir a cirrose e cancro do fígado.
Esta condição, caracterizada por uma acumulação de gordura nas células do fígado, afecta geralmente pessoas que são diabéticas ou com excesso de peso. Actualmente, não existe tratamento médico para a DHGNA, mas a ciência descobriu que um suplemento com a coenzima Q10 pode melhorar o metabolismo da gordura no fígado e reduzir a inflamação.

Ler mais...Suplemento com Q10 pode ajudar pessoas com doença hepática

"Vitamina da Energia" pode combater fadiga na esclerose múltipla

"Vitamina da Energia" pode combater fadiga na esclerose múltiplaDoentes com esclerose múltipla (EM) que lutam contra os sintomas da fadiga, podem ser ajudados com um suplemento de coenzima Q10 - uma substância com propriedades semelhantes às vitaminas.

A fadiga é um dos sintomas mais comuns da esclerose múltipla, afectando cerca de 80% dos doentes, de acordo com a National Multiple Sclerosis Society. Os sintomas pioram à medida que o dia avança e os medicamentos existentes (cloridrato de amantadina e modafinil) têm um efeito muito limitado.

Isso, no entanto, não acontece com suplementos que contêm coenzima Q10, uma substância natural que aumenta a energia e tem sido vista com grande potencial para ajudar os doentes na luta contra os sintomas de fadiga e de depressão, sem causar quaisquer efeitos secundários, de acordo com um estudo feito com doentes com EM.

Ler mais..."Vitamina da Energia" pode combater fadiga na esclerose múltipla

Suplemento devolve a energia aos corações fracos

Suplemento devolve a energia aos corações fracosDois novos estudos demonstraram como um nutriente imprescindível na produção de energia, a coenzima Q10, pode fortalecer o coração - mesmo em doentes com insuficiência cardíaca.

Dificilmente se trata de uma surpresa o facto de que o Q10, um suplemento largamente utilizado para aumentar os níveis de energia, possa fazê-lo sentir-se mais alerta. O que é surpreendente é o facto de dois novos estudos demonstrarem que este suplemento também pode fornecer significativamente mais força ao músculo cardíaco. Um dos estudos foi realizado com um grupo de pessoas mais velhas saudáveis, enquanto o outro foi conduzido em doentes com insuficiência cardíaca. Em ambos os estudos, o músculo cardíaco dos participantes que tomaram Q10 alcançou significativamente mais força contráctil - ou seja, a capacidade de contrair - e o número de pessoas que morreu de complicações cardiovasculares diminuiu em mais de 50%.

Ler mais...Suplemento devolve a energia aos corações fracos

Coenzima Q10 e Adultos Idosos Saudáveis

Coenzima Q10 e Adultos Idosos SaudáveisInvestigadores, no centro da Suécia, realizaram um estudo de quatro anos, muito interessante, que envolvia pessoas idosas saudáveis. Os investigadores testaram os efeitos de suplementação diária da alimentação com um preparado de Coenzima Q10 e um preparado de selénio, em associação.

Grande redução nas mortes cardiovasculares

Os resultados do estudo foram publicados em 2012, no International Journal of Cardiology, pelo Professor Urban Alehagen e a sua equipa de investigadores do Hospital Universitário de Linköping. Os investigadores referem, em primeiro lugar, ter havido uma redução relativa de 53% nas mortes cardiovasculares no grupo de tratamento.

Ecocardiogramas melhores

Em segundo lugar, referem que os idosos que receberam constituintes activos em vez de placebo tinham tido ecocardiogramas significativamente melhores, do ponto de vista estatístico (o que significa função cardíaca melhor), e níveis significativamente inferiores, do ponto de vista estatístico, de um péptido no plasma, que é um marcador do agravamento da insuficiência cardíaca.

Ler mais...Coenzima Q10 e Adultos Idosos Saudáveis

Q10 e Como Lidar com os Efeitos Secundários das Estatinas

Q10 e Como Lidar com os Efeitos Secundários das EstatinasHá cada vez mais médicos a prescrever estatinas. Estas bloqueiam a actividade da enzima HMG-CoA no fígado, uma enzima que facilita a síntese do colesterol.

Estatinas e Q10 - a mesma via biológica

Sabemos agora, por diversos estudos em humanos e animais, que as estatinas também inibem uma fase importante da produção de Coenzima Q10 do organismo. O Dr. Richard Deichmann resumiu os estudos, que mostram que os estados de insuficiência de CoQ10 podem ser consequência da toma de estatinas.

A toma de estatinas tem sido associada a níveis reduzidos de CoQ10 na corrente sanguínea e no tecido muscular. Por exemplo, um estudo publicado no Journal of Clinical Pharmacology mostrou que o tratamento com uma preparação de estatinas em dose moderada levou a níveis plasmáticos de CoQ10 significativamente reduzidos.

É verdade que as estatinas são eficazes na redução dos níveis de colesterol. Há poucas dúvidas sobre isso. Mas, como acontece com a maior parte dos medicamentos de prescrição, as estatinas têm efeitos secundários.

Ler mais...Q10 e Como Lidar com os Efeitos Secundários das Estatinas

Um Avanço na Investigação em Cardiologia

Estudo Q-SYMBIO

Médico Chefe Svend Aage Mortensen, cardiologista do Centro do Coração do Hospital Universitário de CopenhagaInvestigadores de nove países, liderados pelo Médico Chefe Svend Aage Mortensen, cardiologista do Centro do Coração do Hospital Universitário de Copenhaga, realizaram um ensaio clínico, controlado com placebo, duplamente cego e aleatório em 420 doentes, metade dos quais recebeu cápsulas de 100 mg de Mioquinona Q10, três vezes ao dia, e a outra metade cápsulas de placebo, também três vezes ao dia.

Os doentes eram todos insuficientes cardíacos crónicos de grau III (limitação acentuada da actividade física) ou grau IV (com incapacidade de realizar qualquer actividade física), segundo a classificação da Associação do Coração de Nova Iorque (NYHA).

Os doentes tinham idades compreendidas entre os 50 e 74 anos. Praticamente todos os doentes do estudo estavam a tomar e continuaram a tomar a medicação para insuficiência cardíaca: inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECAs) ou antagonistas dos receptores da angiotensina (ARAs) e betabloqueantes.

Ler mais...Um Avanço na Investigação em Cardiologia

Q10 ajuda a combater infecção das gengivas

Q10 ajuda a combater infecção das gengivas

Sabia que o Q10 quando tomado como suplemento pode impedir o sangramento das gengivas e em alguns casos ajudar a que alguns dentes mais soltos voltem a ficar mais fixos no osso mandibular? O Q10 é um antioxidante potente que protege as células no tecido gengival. Além disso, melhora a microcirculação nas gengivas.

Níveis baixos de Q10 podem provocar depressão

Níveis baixos de Q10 podem provocar depressãoAlgumas pessoas que tomam estatinas para diminuir o colesterol podem sofrer de depressão devido ao facto dos medicamentos diminuírem os níveis de Q10, uma substância muito importante para a produção de energia celular. Os suplementos de Q10 tomados juntamente com a medicação podem prevenir este efeito secundário.