Q10 e óleo de melaleuca são eficazes contra a doença periodontal

Q10 e óleo de melaleuca são eficazes contra a doença periodontalA doença periodontal afecta a maior parte das pessoas em determinada fase da vida. Todavia, segundo um estudo recente publicado em Contemporary Clinical Dentistry, o uso suplementar de Q10 e óleo de melaleuca pode ter benefícios.

No tratamento da doença periodontal (doença das gengivas), o dentista mede as bolsas periodontais e remove o tártaro. Por conseguinte, este estudo teve como objectivo comparar o efeito do tratamento local com a coenzima Q10 e o óleo de melaleuca como suplemento da terapêutica convencional. Estudos anteriores até demonstraram que os suplementos apenas de coenzima Q10 têm efeito positivo na doença.

O que é a doença periodontal?

Esta doença começa com inflamação do tecido gengival (gengivite). Isto é provocado pela placa dentária e pelo tártaro abaixo da margem gengival, onde bactérias nocivas produzem enzimas que degradam os tecidos. Quando o sistema imunitário reage, pode surgir inflamação crónica nas bolsas periodontais e fazer com que as gengivas sangrem ao mínimo toque.
Se a placa for removida, a inflamação pode desaparecer, mas se se mantiver, a inflamação dissemina-se, acabando por levar a doença periodontal (mobilidade dentária).
A inflamação crónica provoca produção excessiva de radicais livres, ou seja moléculas agressivas que atacam e destroem as células. Além disso, as bolsas periodontais ficam mais profundas com risco de o dente ficar móvel e cair.

O que é Q10 – e porque é importante para as gengivas saudáveis?

  • Q10 é uma coenzima única, que tem as seguintes funções em todas as células do organismo:
  • Desempenha um papel crucial quando as “centrais eléctricas” (mitocôndrias) celulares produzem energia na forma de ATP (adenosina trifosfato)
  • Funciona como antioxidante que impede os radicais livres de destruírem as células saudáveis

É essencial para a estabilidade da membrana celular e mitocôndrias

O ser humano produz a maior parte do seu Q10, mas esta produção endógena da substância começa a diminuir a partir dos vinte e poucos anos. Em 1971, demonstrou-se que os doentes com doença periodontal tinham falta de coenzima Q10 no tecido gengival. Isto deixa as gengivas cada vez mais vulneráveis a ataques bacterianos e stress oxidativo causado pelos radicais livres durante a inflamação.

O que é o óleo de melaleuca?

O óleo de melaleuca é extraído das folhas da árvore do mesmo nome, cultivada numa zona restrita da Austrália. O óleo é um anti-séptico de largo espectro bacteriano, fúngico e viral. Tem acção calmante e estimula a irrigação local. O óleo de melaleuca puro está indicado apenas para uso tópico. Os investigadores descobriram que, na maioria dos casos, a diluição em óleo de melaleuca a 5%-10% é suficiente para combater vários microrganismos.

O estudo e respectivos resultados

Para o estudo, os cientistas utilizaram gel com Q10 em solução de óleo vegetal, na proporção de 1:9, juntamente com gel com óleo de melaleuca a 5%, ou placebo idêntico, e aplicaram o tratamento nas bolsas periodontais afectadas com um intervalo de sete dias.

No estudo participaram 15 doentes com doença periodontal, que foram divididos em três grupos:

O grupo 1 (grupo de controlo) recebeu terapêutica convencional e placebo

O grupo 2 recebeu terapêutica convencional mais gel com Q10

O grupo 3 recebeu terapêutica convencional mais gel com Q10 e gel com óleo de melaleuca

Os investigadores mediram a profundidade das bolsas periodontais, a quantidade de placa dentária e a tendência hemorrágica. Após um mês de tratamento, verificou-se melhoria significativa nos grupos 2 e 3 (o feito foi superior nogrupo 3). Daí os cientistas concluírem que a coenzima Q10 e o óleo de melaleuca são eficazes como suplementos no tratamento da doença periodontal.
Devido a dimensão e duração limitadas deste estudo, os investigadores consideram que devem ser realizados mais estudos e mais amplos no futuro. É igualmente importante prestar atenção aos estudos anteriores realizados apenas com suplementos de Q10 normais, que são muito mais fáceis de usar do que as terapêuticas atrás referidas.

Sabia que a doença periodontal pode levar a doença cardiovascular?

Há muitos motivos para prevenir e tratar a doença periodontal. Cientistas e dentistas têm observado que muitas doenças crónicas, incluindo a doença cardiovascular, muitas vezes são causadas por infecções e inflamação provenientes da cavidade bucal.

Os suplementos de Q10 podem retardar o desenvolvimento de doença periodontal

Estudos americanos, japoneses e suecos demonstraram que os suplementos de Q10 podem retardar a doença periodontal e talvez até travar completamente a doença. Investigadores japoneses, na Faculdade de Medicina Dentária da Universidade Nihon, realizaram um estudo em 45 adultos com doença periodontal ligeira a moderada, a quem foram administrados 150 mg diários de Q10 ou placebo (comprimidos inertes) durante dois meses. Os participantes no grupo de Q10 tinham menos placa dentária, menos gengivorragia e bolsas periodontais menos profundas. O estudo também mostrou que os participantes no grupo de Q10 tinham menos problemas de mau hálito e mais actividade antioxidante na saliva.

Supõe-se que o Q10 tenha os seguintes mecanismos de acção contra a doença periodontal:

  • Ajuda as células a produzirem energia
  • Serve de antioxidante potente que protege as células
  • Reforça o sistema imunitário
  • Ajuda a controlar a inflamação

Opte por suplementos documentados

É essencial que o organismo consiga absorver a coenzima Q10 presente nos suplementos, para que o nutriente possa proteger as células e chegar às mitocôndrias, onde tem lugar a renovação de energia. Deve-se, portanto, optar sempre por suplementos de qualidade superior com biodisponibilidade e efeito comprovados. Pode até adquirir uma pasta de dentes especial com coenzima Q10 que potencia o efeito do suplemento de Q10.

Porque o tecido gengival afectado é vulnerável e porque a cicatrização destes tecidos precisa de renovação de energia maciça, as células do tecido gengival dependem do fornecimento adequado de coenzima Q10.

A higiene oral profunda é sempre importante

Como a doença periodontal não está associada a dor, muitas vezes passa despercebida, pelo que é fundamental consultar o dentista com regularidade. Recomenda-se a escovagem e o uso de fio dentário diários (de preferência depois de cada refeição). O melhor é usar escova de dentes eléctrica, e limpar todos os espaços com uma escova especial, disponível no dentista ou na farmácia. Fio dentário e escovilhões também são úteis.

Bibliografia:

Comparative evaluation of co-enzyme Q10 and Melaleuca alternifolia as antioxidant gels in treatment of chronic periodontitis: A clinical study. - PubMed – NCBI
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27630504

Collaborative research with Nihon University: Effect of the reduced form of Q10 (Ubiquinol) on oral environment in periodontal disease. Kaneka Corporation

Pernille Lund Q10 - fra Helsekost til epokegørende medicin


healthandscience.eu

Simmerstedvej 201
DK 6100 Haderslev
CVR DK17643347